PIB do agronegócio cresceu 2,42% no primeiro bimestre de 2020

O número é um comparativo com o mesmo período do ano passado. Segundo a análise da CNA e do Cepea, o resultado foi impulsionado pelo crescimento dos segmentos primário (3,86%), serviços (2,72%) e agroindústria (1,37%). O setor de insumos teve queda de 0,7%. O ramo pecuário teve expansão de 4,61% no bimestre, enquanto o agrícola subiu 1,33%.
O resultado da agricultura neste cenário sinaliza a vocação de nosso setor para seguir produzindo forte mesmo com intempéries ou em tempos de pandemia. É um indício que o setor seguirá com grande produção, mesmo em um ano complicado.